• Fernanda Biancareli

Mendoza - Vinho e Amigos


Cordilheira dos Andes ao fundo

Mendoza é uma cidade incrível, principalmente para os amantes de vinho e gastronomia, a região tem mais de 500 vinícolas espalhadas em um raio de 50 quilômetros. Está localizada nos pés da Cordilheira dos Andes, a paisagem é única e completamente diferente em cada estação.


Você pode visitar a cidade em qualquer época do ano, existem opções de voos saindo de São Paulo (Guarulhos) quase todos os dias da semana e em menos de 4 horas você já está na cidade. Além disso, brasileiros não precisam de visto e passaporte, você pode embarcar com seu RG (dentro da validade de 10 anos).

O clima do país é semelhante ao do Brasil, verão entre dezembro e março e inverno entre junho e setembro, no entanto, o inverno pode ser MUITO mais rigoroso em relação ao nosso país, pois nesta época do ano é possível ver e curtir a neve.


Estive em Mendoza algumas vezes, e digo que ainda tenho muitas coisas para conhecer. A última vez foi em Setembro, foram 4 noites de hospedagem. Nesta época os vinhedos estão secos e não há uvas, pois a colheita acontece entre os meses de fevereiro a abril.


Na minha opinião, é um destino focado para casais e grupos de amigos. Crianças são bem vindas, inclusive existem vinícolas que recebem os pequenos com “aulas de culinária”, mas são poucas opções.

É um destino para quem busca experiências, tranquilidade, belas paisagens e claro, degustação de bons vinhos acompanhado de almoços e jantares especiais.



Aconselho a visita de 2 vinícolas por dia, para que você possa realmente aproveitar cada momento e cada degustação, e aproveite para incluir o almoço em uma delas, vale a pena a experiência.

Se você tem alguma vinícola em mente, alguma que você faça questão de conhecer, faça uma reserva, pois algumas são muito procuradas e você corre o risco de não conseguir visitá-la.


No primeiro dia visitamos a vinícola López, é uma vinícola tradicional e “bem turística”. Particularmente, eu não indicaria, pois o tour foi bem comum, e similar se comparado a outras que já visitei, além disso ela está localizada em uma área "central" da cidade, não tem nenhuma paisagem para se apreciar e nenhum ponto “alto” para se destacar.

Além da produção de vinho eles produzem azeite, eu gostei do azeite, já dos vinhos não muito rsrsrsrs.



Passamos rapidamente na PasRai (Olivícola), para aprender sobre a produção do azeite, degustar algumas opções que eles comercializam e trazer alguns azeites para a casa.


Em seguida fomos para a vinícola El Enemigo, essa eu indico, além dos vinhos, que eu gostei bastante, a vinícola é linda e o almoço estava muito bem servido e saboroso.


A noite curtimos a região do nosso Hotel Park Hyatt Mendoza, muito bem localizado, quartos amplos e confortáveis, tem um Cassino dentro dele o que permite “esticar” um pouco mais a noite, para quem gosta.

O hotel está no “coração” da cidade, tem algumas ruas próximas repletas de restaurantes e bares, a rua parece não ter fim, é uma infinidade de opções.

Tem também lojas para comprar vinho, com preços ótimos e diversidade, indico a Sol & Vino, é bem completa.



No segundo dia agendamos um tour com degustação e almoço na Bodega Salentein. Como ela fica um pouco mais distante, no Vale do Uco, e queríamos fazer um almoço bem tranquilo e aproveitar a paisagem, optamos em fazer somente essa vinícola.

Foi um tour bem bonito com explicações, degustação e até música, eles têm um piano dentro da adega, em uma das salas (são várias) no subterrâneo, com 9 metros de profundidade, e uma temperatura constante de 12ºC.

Existem vários tipos de passeios e você pode escolher o que mais lhe agrada e de acordo com o tempo disponível que você tem para permanecer no local.

Tem até uma galeria de arte - O Espaço Killka.



O restaurante é todo de vidro, e você almoça com uma vista espetacular para as Cordilheiras e para a tradicional Parrilla (churrasco argentino). É incrível, de todas as vinícolas de Mendoza que eu conheci, achei a mais encantadora.



Recomendo na cidade três restaurantes que eu gostei muito, o Azafrán, que fica bem próximo ao Hotel, o Abrasado, e o 1884, do renomado Chef Francis Mallman. Além da comida que é muito boa, o ambiente é muito agradável, já no restaurante 1884 a dica é: reserve um horário para o jantar, ele tem uma parte a céu aberto e se você pegar um dia bem estrelado ou de lua cheia, tenho certeza que não vai se arrepender.


Deixamos o último dia livre, para passearmos na cidade e comprar alguns vinhos.


Mendoza tem muitas outras opções de vinícolas, restaurantes e atividades, é possível voltar várias vezes para esta cidade, pois você sempre encontrará um lugar diferente para conhecer.


Outras vinícolas que estive em outras oportunidades e recomendo:

  • Susana Balbo Wines

  • Bodega Los Toneles

  • Pulenta Estate


Não conheço pessoalmente, mas a vinícola abaixo recebeu neste último ano vários prêmios, e já coloquei na lista da minha próxima visita à Mendoza:

  • Zuccardi Wines

Receba nosso informativo mensal

Horário de funcionamento

Segunda a Sexta: 10h às 18h

Sábado: 10h às 14h

 

Estamos fechados aos domingos e feriados

Elogios, críticas e sugestões,
envie um e-mail para:
diretoria@sonhoreal.tur.br

Cadastur.png
abav.png

© 2020 SONHO REAL TURISMO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Sonho Real Viagens e Turismo LTDA

CNPJ: 03.022.734/0001-60