Roteiro gastronômico em Lima - Peru
  • Fernanda Biancareli

Roteiro gastronômico em Lima - Peru




Nunca me passou pela cabeça conhecer o Peru. Na verdade sempre achei que o mais interessante era Machu Picchu e para fazer esse roteiro é necessário reservar no mínimo 8 dias. Como eu tinha apenas 5 dias disponíveis para fazer a viagem comecei a pesquisar o que eu poderia fazer somente na cidade de Lima... Foi então que veio a surpresa, Lima tem muitas coisas para fazer, então, se você tem poucos dias, aconselho muito conhecer a cidade, ainda mais para quem gosta de uma boa gastronomia! Acabei voltando no mesmo ano para o Peru e fiz outros restaurantes que não deu tempo de fazer na primeira viagem. Note que todos os lugares que eu visitei, tem uma dica gastronômica.

Ficamos hospedados por 4 noites no Hotel Hilton Miraflores, ótima localização, voo direto da Latam, rápido e tranquilo, aproximadamente 4 horas e 20 minutos. A moeda local é o sol peruano, e você encontra muitas casas de câmbio na cidade de Lima, ou se preferir, pode trocar seus reais no aeroporto, assim que chegar.


Dica: se ficar hospedado no Hilton, não deixe de provar no café da manhã o iogurte caseiro de mel com granola e quinoa, feito por eles, simplesmente divino.

A maioria dos turistas brasileiros que querem viajar pela América do Sul em roteiros de 04 ou 05 noites, acabam visitando sempre as mesmas cidades, Buenos Aires na Argentina, Santiago no Chile e Punta Del Este no Uruguay, apenas uma pequena porcentagem das pessoas pensam em visitar Lima, mas eu espero que depois de lerem esse conteúdo, possam mudar de ideia.

Lima é a capital do Peru, uma cidade grande, com uma cultura riquíssima e sabores inesquecíveis. Vou falar um pouco sobre os lugares que visitei com foco na gastronomia:

Huaca Pucllana

É um sítio arqueológico de mais de 1.500 anos, localizado no meio da cidade, até hoje eles não conseguiram escavar todo o sítio, mas é possível ter uma ideia e aprender um pouco sobre a cultura local, são várias pirâmides e a visita é guiada por profissionais que trabalham no próprio local, é possível subir e caminhar em várias delas.

É aberto para visitação durante o dia e durante a noite, Aqui segue a primeira dica gastronômica, dentro desse sítio arqueológico, tem um restaurante La Huaca Pucllana, com gastronomia local e mesas com vista para as pirâmides.


Um dos pratos mais tradicionais do Peru é o Ceviche, feito com peixe branco cru, marinado no limão, cebola roxa, pimenta e acompanhado de de batata doce e maiz (milho). Você vai encontrar esse prato em praticamente todos os restaurantes do país, sendo que em alguns deles, os Chefs de cozinha, preparam o ceviche com toques especias e "novas" combinações. Outro prato popular é o Lomo Saltado, tiras de lombo salteado com cebolas, tomates e pimentões, servido com arroz e fritas.


A bebida mais pedida, é o Pisco Sour, feita com Pisco, que é uma bebida similar a nossa cachaça, porém feita de uva e não da cana de açúcar, acrescido de limão, clara de ovos batida e gotas de licor Angostura. Uma bebida muito boa e refrescante.



Já o "suco" mais tradicional, é a Chicha Morada, um refresco feito com milho roxo (maiz morado) fervido com especiarias e frutas.



O Peru, além de produzir o Pisco, também é produtor de vinho e tem duas vinícolas importantes, como sugestão para quem gosta de vinhos, não deixem de provar o vinho Intilpaka Nº 1. Você pode encontrar e muitos restaurantes e mercados.




Museu do Larco

São mais de 30 mil peças arqueológicas catalogadas, uma coleção imensa que teve início em 1923 por Rafael Larco Hoyle, que ganhou a primeira peça de presente do seu pai.

O museu tem muita história, eu aconselho que contrate um guia local e faça esse museu logo nos primeiros dias da viagem, são muitos detalhes importantes que farão toda a diferença durante a sua viagem, é um povo que vive fortemente até hoje as raízes desse berço da civilização.


O Museu tem um restaurante muito bom, chegue cedo e reserve seu lugar na área externa, é lindo.

Experimente a CAUSA, uma entrada feita de batata e ají amarillo (uma pimenta amarela encontrada somente no Peru) com recheio de frango e avocado, uma mistura fantástica. De sobremesa, peça o creme de Lucuma, uma fruta local com sabor único.



Barranco e a Ponte do Suspiro

Conta a lenda que quem atravessar a ponte pela primeira vez sem respirar, terá o seu desejo realizado, a ponte liga duas ruas do bairro.

Barranco é um bairro super charmoso, vá até o mirante, onde você terá uma bela visão do Pacífico, o bairro tem vários restaurantes e cafés, não deixe de conhecer o Dédalo, uma loja que vende artesanatos finos da região e no fundo da loja, na parte externa, tem uma cafeteria, com um espaço acolhedor para você degustar um bom café.



Larcomar

É um shopping a céu aberto, estrategicamente localizado em cima de um morro com uma vista maravilhosa para o Pacífico. São diversas lojas e claro, excelentes restaurantes, mas o melhor na minha opinião é o TANTA, você vai encontrar este restaurante em vários locais, inclusive no centro histórico e no aeroporto de Lima.

O TANTA é um dos diversos restaurantes do Chef peruano, Gastón Arcurio, ele já recebeu diversos prêmios da gastronomia local e mundial. O restaurante Astrid e Gastón, por exemplo, falarei logo mais sobre ele, segue há muitos anos na lista dos 50 melhores restaurantes do MUNDO.


Centro Histórico

Como toda cidade grande, Lima também tem seu centro histórico, neste dia, também aconselho uma visita guiada, para que você possa conhecer melhor cada edificação e sua história. O centro tem mais de 600 edificações e foi declarado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Tem muitas coisas interessantes para visitar, como a Plaza Mayor, Palácio Presidencial, Basílica e o Convento San Francisco. Não deixe de visitar, a Pasaje Santa Rosa, uma ruazinha com restaurantes mais sofisticados, aqui você encontra o TANTA também, que acabei de citar no shopping Larcomar.


Mercado local com aula de Culinária

Existem diversos passeios que incluem visita ao mercado local, para que você possa conhecer diversos ingredientes utilizados na culinária peruana e aproveitar para degustar diversas frutas. Na sequência, você aprende como fazer os principais pratos: Ceviche, Lomo Saltado e Pisco Sour.


Miraflores e Compras

É o bairro onde está localizado a maioria dos hotéis e restaurantes, também tem uma rua, a La Paz, com dezenas de lojas que vendem prata, para quem gosta, certamente vai encontrar lindas peças com preço bom, se comparado com o Brasil.

Já para quem gosta de artesanatos, não deixe de visitar o Inka Market e o Indio Market, tem muitas, mas muitas lojas com artigos peruanos. Cuidado para não se perder, são quarteirões de lojas, e você entra por uma rua e pode acabar saindo por outra.

Eu gosto muito de conhecer supermercados, quando viajo para outros países, gosto de comprar e trazer coisas locais, lá tem o Wong e o Plaza Vea que são grandes redes, mas o que eu mais gostei é o Vivanda, uma mistura de mercado com hortifruti, comprei meus vinhos lá e também um docinho típico e espetacular que chama Teja Santa Helena ou Choteja (este último é banhado no chocolate) parece um camafeu, mas recheado com doce de leite, é bom demais, traga muitos para o Brasil, você não vai se arrepender.

Em miraflores você também vai encontrar muitos Cassinos, o maior é o Atlantic City, dá para brincar um pouquinho e até perder alguns soles rsrsrsrrs

Além de todos os restaurantes que citei durante os passeios que fiz, segue a lista de outros que eu conheci e recomendo.

CENTRAL

ESPETACULAR e muito CONCORRIDO. É um restaurante para quem quer ter uma Experiência Gastronômica, você compra o menu degustação, que pode ser de 11 ou 16 tempos (pratos), e tem também opção vegetariana.

O restaurante, que tem como Chef, Virgílio Martínez, já foi eleito como o melhor restaurante do MUNDO, e há anos está nas primeiras posições da lista dos 50 melhores do mundo.

Para quem gosta, tem até um episódio da série Chefs Table, da Netflix, contanto toda a trajetória de Virgílio, é muito interessante assistir ou ler sobre, antes de conhecer o restaurante.

Dica: Faça reserva com no mínimo 4 meses de antecedência da viagem, é praticamente impossível jantar neste restaurante sem reserva.



Astrid y Gastón

Um dos restaurantes do Chef Gastón Arcúrio que já mencionei acima.

Vale muito a pena conhecer, além dos pratos serem um espetáculo de sabor, o ambiente é super diferente e criativo. Neste restaurante você tem opção de pratos à la carte ou menu degustação. Ele também está na lista dos 50 melhores do mundo, consequentemente você também precisa fazer reserva com alguns meses de antecedência.


Panchita

Também do Chef Gastón Arcurio, mas com uma proposta totalmente diferente, é servido comida Criolla, são pratos mais intensos…..achei um pouco forte e pesado para o meu paladar. Mas o restaurante fica lotado todos os dias, os pratos são muito bem servidos. Faça reserva :)



Outros restaurantes que valem a visita:


MAIDO (restaurante japonês)

La Mar (especializado em frutos do mar)

IK Restaurante (comida peruana e contemporânea)

Tragaluz (comida peruana e internacional)

Maras (comida peruana e latina)

Cala (comida peruana, frutos do mar e contemporânea)


A lista é grande, e como eu disse, você irá se surpreender com a gastronomia de Lima :)

Receba nosso informativo mensal

Horário de funcionamento

Atendimento presencial:

Segunda a Sexta: 12h às 16h
Sábado: 12h às 13h

 

Atendimento online:

Segunda a Sexta: 10h às 18h

Sábado: 09h às 13h

 

Estamos fechados aos domingos e feriados

Elogios, críticas e sugestões,
envie um e-mail para:
diretoria@sonhoreal.tur.br

Cadastur.png
abav.png

© 2020 SONHO REAL TURISMO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Sonho Real Viagens e Turismo LTDA

CNPJ: 03.022.734/0001-60